deixe o som ir (partitura)

    emita um som qualquer, usando a intensidade que desejar.
    deixe-o soar o tempo que julgar necessário ou o tempo que ele próprio possa manter soando.
    se quiser, deixe (em alguns momentos) soar o silêncio (relativo) no período de tempo em que julgar necessário.

* repita esse processo quantas vezes desejar *

     a execução termina quando se deixa de emitir sons e não demonstra nenhuma falta de emitir som por sua intenção.

observação/importante:
     -os sons podem ser feitos por meio de qualquer emissor sonoro (e quantos quiser);
     -os sons emitidos não precisam se suceder em consonância;
     -não é necessário estabelecer um ritmo ou andamento durante a execução dos sons;
     -o resultado sonoro não precisa soar harmônico ou coerente;
     -procure não tocar nenhuma seqüência já anteriormente preparada ou preconcebida;
     -se quiser pode-se manter uma interação do som que se produz com o 'som ambiente' (dependendo do espaço em que estiver) ou com o silêncio (relativo);
     -se caso fizer algum som que não for agradável a si mesmo, deixe-o terminar (até parar de soar) e inicie o processo novamente.

dicas:
     -ouça o som, perceba o som, sinta o som;
     -ouça o silêncio (relativo), perceba o silêncio (relativo), sinta o espaço;
     -nenhum som emitido tem mais importância que o outro;
     -nenhum som 'não-emitido' tem mais importância que outro;
     -ao "término" da música o que acaba é a execução, pois a música em si nunca acaba, ela está o tempo todo sendo executada, basta querer parar para escutar.