a censura está no ar

o homem constrói o que lhe destrói
e o sexo esta entre nós

respire a vida poluida
deixe de môlho sua existencia
         e venha trabalhar conosco
         o mercado e a cidade te chamam

empresas querem servos
que se encontram no happy-hour
e falam - "'oi galera!!"
consomem e sao consumidos

não é só a doença, a velhice e a morte
mas também a tv, os automoveis e a cidade
          padecem o homem

os ricos dependem dos trabalhadores
para construírem suas riquezas

a liberdade, o prazer, a paz, sao proibidas