tudo é possível

a escrita é criadora,
com ela se cria o que se quer escrever
e se cria o que se quer viver
cria, estabelece, destrói, re-estabelece
desfaz e re-faz a vida


tudo é muito mais do que se vê, e muito simples
as relações são assim mesmo:
um dia você está com uma pessoa,
outro dia está com outra..
e não vai ser o que você acha,
mas o que você sente;
o que vão corresponder um ao outro
e o que vai te fazer recordar...

as pessoas se unem
por configurações aproximadas de cada um,
tendências e momentos,
espaços, cores e sons..
o amor está aí no 'entre' as coisas,entre eu e você

você é sua maior culpa,
você se cria e se estabelece como voce é
a ca da se gun do
enquanto continua sendo o que se é;
até que um dia
resolva mudar algo

ou sinta diferente..

é simples,
está muito claro,
é só viver o que se sente;
mas para isso precisa
se sentir consigo mesmo
e rasgar todos os valores
de sentimentos prontos e alheios
que aprendemos com os outros:
todos os certos e errados,
todos os reprimidos e incentivados

desaprender para se ter de volta
à si mesmo
aquilo que lhe foi negado,
esquecido e negligenciado
por todos esses anos:
a sua existência,
seus sentimentos mais puros,
o seu amor, o seu ódio
e até o seu sentimento
de paz consigo mesmo
por ser o que se é
e agir como sente


há também que se caminhar
no sentido contrário
de tudo o que nos empurram
dia-a-dia goela abaixo,
e negar estes para se afirmar
o ser que é, o que sente e o que quer

partindo disso, se des-fazer
e se re-criar,
sabendo que tudo é possível