trechos soltos



cada casca é um caso
cada casa é uma cena
eu ovo

penso logo escrevo
mesmo que errado

todos dias me perco
me encontro
e me faço novo
denovo

me enchi de rabiscos inacabados
-poesia alguma

gosto tanto dos erros
tanto quanto dos acertos

disseram
que estava escrito
nas estrelas
um cometa passou
e rabiscou tudo

com poucas palavras
as silabas silambeiam
com muitas
elas silambuzam

tudo que é visível
vai se expandir
para além de si
até penetrar
no invisível

andou virou letra
caiu rabisco
só restou o som
do pó vazio
nada existencial

cada ser está em seu tempo
imerso em si

quando a minha escrita
não tiver compromisso
nem comigo
aí sim,
ela será livre

cansei de teorias
vou observar minhocas

depois que tudo foi dito
nada mais será escrito
nas estrelas repousa
o meu amor

te espero no ar
não precisamos
falar nada